DESTAQUES

Reunião Plenária da ISO para a Qualidade do Solo pela primeira vez em Portugal

Entre os dias 15 e 18 de outubro decorrerá a Reunião Plenária anual da Comissão Técnica (TC) 190 da ISO (International Organization for Standardization), a qual se realiza pela primeira vez em Portugal, numa organização conjunta por membros das Universidades de Aveiro, Coimbra e Porto. Vários Delegados internacionais representantes de entidades de padronização nacional, governamentais e não-governamentais, encontram-se assim na Universidade de Aveiro para a padronização de normas destinadas à avaliação da Qualidade do Solo. A Universidade de Aveiro (UA) será o palco para a receção...

ver mais

AVISOS

  • X Simpósio Ibérico sobre a bacia hidrográfica do rio Minho e Seminário do Projeto COOPERMINHO

    Aprovado no âmbito do Programa MAR2020, o projeto “Contribuição para a gestão e valorização de produtos da pesca do rio Minho – COOPERMINHO”, da responsabilidade do Município de Vila Nova de Cerveira, através do Aquamuseu do rio Minho, envolve o Departamento de Biologia cuja equipa conta com a contribuição do Laboratório de Ilustração Cientifica. Com execução até setembro de 2020, este projeto, que integra a medida “Promover uma Pesca Sustentável, Eficiente, Inovadora e Competitiva”, na Ação “Inovação e Conhecimento”, e na Intervenção “Parcerias entre Cientistas e Pescadores”, tem como objetivos a valorização dos recursos piscícolas do rio Minho e património sociocultural associado, junto dos consumidores, a implementação de boas práticas junto dos profissionais envolvidos na atividade e a promoção da sustentabilidade dos recursos explorados. O processo de divulgação, que contou coma participação do CESAM, culmina com a divulgação documentário de 30 minutos sobre o Projeto COOPERMINHO (a ser disponibilizados aos sites Camarário, AQUAMUSEU, DBio, CESAM) e com o Seminário Final do Projeto RECURSOS PÍSCICOLAS, COMUNIDADES de PESCA e SUSTENTABILIDADE - Valorização da produção piscatória do rio Minho & Encontro do projeto COOPERMINHO em Vila Nova de Cerveira em 24/25/26 de Setembro de 2020.   Data limite de inscrição 03 de Abril de 2020 Data limite de envio dos resumos 04 de Abril de 2020 Data limite de envio de trabalhos 01 de Setembro de 2020      

  • A plataforma CIÊNCIAVITAE irá substituir as antigas plataformas da FCT

    A plataforma CIÊNCIAVITAE é um currículo único, personalizado, simples e estruturado que compila a informação atualmente dispersa em múltiplas plataformas tais como FCT-SIG CV, DeGóis, RENATES, REBIDES, ORCID e RCAAP. As plataformas semelhantes que agora existem, serão descontinuadas por fases e o CIÊNCIAVITAE estará completamente operacional em 2021. A partir do dia 1 de março de 2018 deixará de ser possível criar novos currículos na plataforma FCT-SIG, e depois de 1 de julho de 2018 já não será possível editar os currículos existentes. A FCT disponibiliza bastante ajuda e tutoriais que ajudam no processo de transição entre plataformas.


NOTíCIAS

  • Exposição "E se Mendeleev estivesse aqui?" conta com a participação do CESAM

    A exposição "E se Mendeleev estivesse aqui?", que contou com grande envolvimento dos investigadores Isabel Malaquias e Isabel P. Martins do CIDTFF e João Oliveira do CESAM (Departamento de Física, Departamento de Educação e Psicologia e Departamento de Química, respetivamente),  foi inaugurada no passado dia 30 de setembro, no Museu da Cidade de Aveiro. É uma iniciativa de um grupo de professores e investigadores da UA, em parceria com a FÁBRICA Centro Ciência Viva de Aveiro, que pretende chamar a atenção de públicos diversificados para a celebração, a nível internacional, dos 150 anos da publicação da primeira tabela de Mendeleev - Ano Internacional da Tabela Periódica (IYPT 2019). A Tabela Periódica de elementos químicos mostra a organização | classificação de todos os elementos químicos. A composição dos materiais, isto é, as suas peças constituintes, é um tema que tem ocupado a comunidade científica há vários séculos. Já na Antiguidade se questionava sobre quais seriam os elementos base de tantos materiais diferentes. Os trabalhos do químico russo Dmitri Mendeleev constituem um marco indelével na História da Ciência. O IYPT é, assim, uma oportunidade para se refletir sobre muitos aspetos da História da Ciência, conhecer alguns marcos importantes para o conhecimento atual e também sobre tendências e perspetivas mundiais sobre a ciência para o desenvolvimento sustentável. A exposição interativa, que se estende ao longo de dois espaços, é marcada pela presença de uma tabela periódica tridimensional onde os visitantes poderão percecionar os elementos que a compõem de modo presencial, e os minerais de onde muitos são extraídos, e por uma timeline onde são assinalados os principais momentos históricos e quando foram “descobertos” os elementos. Apresenta-se ainda a única carta conhecida, em Portugal, de Dmitri Ivanovitch Mendeleev para Baltazar Osório, datada de 4 de fevereiro de 1904, cujo original se encontra no Arquivo Histórico dos Museus da Universidade de Lisboa, Museu Nacional de História Nacional e da Ciência, que pode ser lida em versão digital e no original. A tabela periódica pode também ser visitada de forma digital. Nas paredes, os visitantes são recebidos por frases de químicos, físicos e astrofísicos que marcaram a História da Ciência e perceber a presença e abundância dos elementos em contextos palpáveis como o corpo humano, a crosta terrestre, a água do mar e a atmosfera. Estão ainda expostos alguns instrumentos de física e química alusivos à investigação no âmbito da estrutura da matéria, e livros de originais químicos e de obras charneira marcados pela história dos elementos químicos, bem como artefactos mais informais (como canecas) marcados pela tabela periódica. É uma exposição visualmente atraente, aberta ao público-geral. Esta exposição, trabalho de longos meses ao qual foi associado o nome do CESAM, pretende mostrar a História associada à construção da Tabela Periódica e evidenciar a sua mportância para a sociedade, que todos os investigadores e interessados são convidados a visitar até 20 de outubro, no Museu da Cidade (no Rossio).   Museu da Cidade Rua João Mendonça n.º 9/11 3800 – 200 Aveiro 40º38’29.93’’ N | 8º39’16.04’’ O

  • Célia Alves, investigadora do CESAM: “Queimadas de resíduos agrícolas prejudicam ambiente e são perigo para a saúde pública”

    As queimadas de resíduos agrícolas prejudicam a qualidade do ar, contribuindo para o aquecimento global, e são um perigo para a saúde pública. As conclusões são da investigadora do CESAM Célia Alves, que estudou as consequências para o ambiente e para a saúde do fumo das queimadas ao ar livre provenientes dos restos das podas de árvores em Portugal. Notícia completa aqui.

  • Science for Environment Policy da Comissão Europeia destaca estudo de investigadores do CESAM

    Moss helps prevent soil erosion on fire-damaged land, a Portuguese study suggests. The researchers Flávio Castro Silva and Jan Jacob Keizer from CESAM analysed water that ran off from post-fire hillsides. They found less sediment and organic matter in run-off from patches of land with high levels of moss than from those with low levels of moss. Moss quickly establishes itself on land after fires, so the study suggests that land managers could take advantage of its restorative effects by deliberately encouraging its growth.

  • Investigadores do CESAM estudam aquacultura do salmão no mar

    O CESAM participa num projeto piloto de aquacultura de salmão em mar aberto, ao largo de Ílhavo, que pode abrir a porta a uma mudança na economia da região. Se bem-sucedido, pode constituir a semente de toda uma nova fileira do pescado em Portugal. A parceria liderada pela SeaCulture, uma empresa do Grupo Jerónimo Martins Agro-Alimentar, envolve o CESAM/UA e é desenvolvido no ECOMARE - Laboratório para a Inovação e Sustentabilidade dos Recursos Biológicos Marinhos. Notícia completa aqui.

Financiamento do CESAM: