Building the future by doing more together

MiningImpact2 - Riscos e impactos ambientais da mineração no mar profundo
Investigador Responsável - Matthias Haeckel
Investigador responsável no CESAM - Marina R. Cunha
Programa - Projectos IC&DT
Período de Execução - 2018-08-01 - 2022-12-31 (53 Meses)
Entidade Financiadora - FCT e DGPM (componente nacional) e outras agências de financiamento europeias (consórcio internacional JPIO)
Financiamento para o CESAM - 40000 €
Financiamento Total - 13950000 €
Instituicão Proponente - Helmholtz Centre for Ocean Research Kiel (GEOMAR), Germany
Instituições Participantes
Universidade de Aveiro
The Max Planck Institute for Marine Microbiology (MPI), Germany
Senckenberg Gemeinschaft für Naturforschung (SGN), Germany
University of Bielefeld, Germany
Alfred Wegener Institute (AWI), Germany
Jacobs University Bremen (JUB), Germany
Bundesanstalt für Geowissenschaften und Rohstoffe (BGR), Germany
MARUM, University of Bremen, Germany
University of Kiel (UKiel), Germany
Royal Netherlands Institute for Sea Research (NIOZ), The Netherlands
University of Utrecht (UUtrecht), The Netherlands
Delft University of Technology (TUDelft), The Netherlands
University of Gent (UGent), Belgium
Royal Belgian Institute of Natural Sciences (RBINS), Belgium
GRID-Arendal
Norwegian University of Science and Technology (NTNU), Norway
Universidade de Aveiro
Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental (CIIMAR)
Universidade do Algarve
Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA)
Instituto do Mar, Centro do Mar e Ambiente (IMAR)
Institut Français de recherche pour l'Exploitation de la Mer (Ifremer), France
Università Politecnica delle Marche (UNIVPM), Italy
Natural History Museum (NHM), London, UK
University of Southampton (USou)
University of Lodz (ULodz)
Instituto Superior de Agronomia (ISA)
UResearch
SNF
DNVGL
NIVA

Na segunda fase do projecto MiningImpact, as actividades desenvolvidas na primeira fase (2015-2017) serão ampliadas principalmente em três linhas de investigação fundamentais no âmbito da mineração do mar profundo: (1) impactos da pluma de sedimentos suspensos numa escala especial mais alargada, (2) conectividade regional das espécies, biodiversidade das comunidades biológicas a sua resiliência aos impactos, e (3) integração dos efeitos nas funções do ecossistema (por exemplo as teias tróficas e os processo biogeoquímicos). Neste contexto os principais objetives do projecto são: • Desenvolver e testa conceitos de monitorização e estratégias para as actividades de mineração no mar profundo • Desenvolver procedimentos padronizados para a monitorização e definir indicadores de Bom Estado Ambiental • Examinar potenciais medidas de mitigação, incluindo planos de gestão espacialmente explícita para as actividades de mineração bem como medidas facilitadoras da recuperação dos ecossistemas após o impacto • Desenvolver metodologias robustas para a avaliação dos riscos ambientais, e estimativas de benefícios, custos e riscos • Investigar de que modo é que as incertezas no conhecimento científico dos impactos podem ser incorporadas no enquadramento regulatório das actividades de mineração. Enquanto na primeira fase do projecto foi apenas possível investigar perturbações experimentais e/ou de pequena escala, nesta segunda fase será implementado um plano de monitorização abrangente e dedicado a um teste à escala industrial utilizando um protótipo da maquinaria de extração de nódulos desenvolvido pela empresa DEME-GSR, detentora da licença de prospeção belga. Durante o teste está planeada a extração de nodules e áreas de aproximadamente 300x300m nas zonas de licença concedidas à Bélgica e à Alemanha na Clarion-Clipperton Fracture Zone (Oceano Pacífico). Neste contexto, o projecto MiningImpact 2 irá recolher informação científica independente relativa aos impactos ambientais desta operação. O foco principal da investigação será dirigido para a parametrização e quantificação da dinâmica temporal e caracterização da pluma de sedimentos re-suspensos pela operação, bem como examinar a pegada da cobertura de sedimentos depositados no fundo oceânico e os efeitos induzidos no ecossistema abissal. Deste modo, o MiningImpact 2 contribuirá para o preenchimento de lacunas no conhecimento e para a redução de incertezas relativas aos impactos ambientais da mineração de nódulos polimetálicos em mar profundo. O projecto será especialmente dirigido para a elaboração de recomendações para as políticas de governança pelo que contactou a International Seabed Authority (ISA) para que integrasse o projecto como uma das instituições participantes. Os objectivos gerais do projecto estão reflectidos na sua estrutura que consiste de três “workpackages” (WPs) de cariz essencialmente científico dirigidos para a investigação da biodiversidade, conectividade e resiliência das comunidades biológicas (WP1), impacto e comportamento da pluma de sedimentos (WP2), e funções e processos do ecossistema bentónico (WP3). Já o WP4 é dedicado à facilitação do arquivo e acesso dos dados do projecto e ao desenvolvimento de técnicas de anotação cientícica de imagens e vídeos. O projecto inclui ainda duas linhas temáticas transversais (CCTs) que asseguram a integração de diferentes aspectos para um fluxo coerente de trabalho durante a campanha oceanográfica de modo a realizar com eficácia a monitorização do teste de mineração (CCT1), a integração dos resultados científicos numa avaliação abrangente dos impactos ambientais (CCT2), e a elaboração de recomendações conjuntas para políticas de governança especialmente focadas nos riscos e boas-práticas nas actividades de mineração em mar profundo (CCT3). A coordenação das actividades do projecto, bem como acomunicação e disseminação dos resultados será assegurada pelo WP5.


Membros neste projecto
Ana Hilário
Investigadora
Ascensão A. Ravara
Investigadora
Clara F. Rodrigues
Investigadora
Luciana Génio
Investigadora
Marina R. Cunha
Coordenadora

Financiamento do CESAM: