Building the future by doing more together

MACFERTIQUAL - Novos métodos de diagnóstico nutricional em macieiras ‘Gala’ visando a sustentabilidade e a qualidade
Investigador Responsável - Cristina Oliveira
Investigador responsável no CESAM - Ana Cristina da Silva Figueiredo
Programa - FCUL partner PDR2020-101-031602, Grupos Operacionais 01/ Ação 1.1/2016
Período de Execução - 2017-07-01 - 2021-12-31 (54 Meses)
Entidade Financiadora - PDR2020-101-031590
Financiamento para o CESAM - 49017 €
Instituicão Proponente - Instituto Superior de Agronomia
Instituições Participantes
Universidade de Lisboa
Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa
Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária IP
Associação dos Produtores de Maçã de Alcobaça (APMA)
Centro Operativo e Tecnológico Hortofrutícola Nacional (COTHN)
Frubaça - Cooperativa de Hortofruticultores CRL
Frutalcoa Sociedade de Agricultura de Grupo Lda
Granfer - Produtores de Frutas CRL,
Campotec IN – Cons. e Transformação de Hortofrutícolas SA
Vale do Baça – Sociedade Agrícola Lda
António Manuel Veiga de Magalhães
Cooperfrutas – Coop. Prod. Frutas e Prod. Hortícolas de Alcobaça CRL
Soati - Sociedade de Agricultura de Grupo, Lda,



O projeto MACFERTIQUAL pretende encontrar um referencial nutricional mais equilibrado para o atual modelo de produção de Maçã de Alcobaça IGP (Indicação Geográfica Protegida), de modo a desenvolver um novo produto das cultivares do grupo Gala, as mais exportáveis. O referencial nutricional deverá definir novos parâmetros mínimos de qualidade interna e externa, mais elevados e mais diferenciadores, promovendo um maior equilíbrio nutricional da maçã. O objetivo final será desenvolver e implementar pela APMA (Associação de Produtores de Maçã de Alcobaça) um caderno de especificações próprio para a maçã de Alcobaça e desenvolver um novo conceito de maçã MAIS…, com imagem específica, diferenciadora, e para um público mais exigente. Paralelamente certificar este conceito, enquanto novo produto Maçã e enquanto Maçã IGP. Para tal, os objectivos parciais são: 1. Monitorizar os teores de nutrientes durante 5 anos em pomares intensivos Gala em diferentes órgãos, durante diferentes fases do ciclo e com diferentes tipos de análises. Estes pomares são de fruticultores pertencentes às seguintes OPs (Organização de Produtores): Granfer, Frubaça e Campotec e com as empresas Vale do Baça, Sociedade Agrícola Lda, Frutalcoa-SAG, Lda e Soati-SAG, Lda. 2. Conseguir identificar valores de referência para os nutrientes que forem considerados chave para a produção e qualidade da maçã de Alcobaça. Esses valores de referência deverão ser estabelecidos para cada tipo de órgão (flores, folhas, frutos) e para cada momento do ciclo fenológico, por forma a ter um padrão da evolução de cada nutriente, em cada órgão, ao longo do ciclo vegetativo. 3. Conhecer em detalhe a dinâmica dos nutrientes em diferentes órgãos ao longo do ciclo, bem como as correlações entre os diferentes tipos de análises. 4. Obter, ao fim de 5 anos, os níveis críticos/gama de valores adequados definitivos não só para análises foliares standard [90-110 dias DAPF (dias após a plena floração)] mas também para outro tipo de análises que possam ser efetuadas numa fase mais precoce do ciclo. 5. Implementar e validar metodologias expeditas suscetíveis de serem implementadas pelos fruticultores in loco para monitorização do estado nutricional dos pomares. Para além de se obterem diretivas mais adequadas à realidade presente da produção de Maçã de Alcobaça, o conhecimento do estado nutricional dos pomares permitirá uma melhoria da eficiência do uso dos fertilizantes a aplicar e uma melhoria da produtividade e da qualidade da maçã produzida. Pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (FCUL), integram esta parceria, elementos do Centro de Biotecnologia Vegetal (CBV, CESAM Lisboa, FCUL), Instituto de Biossistemas e Ciências Integrativas (BioISI, FCUL), Centro de Ecologia, Evolução e Alterações Climáticas (CE3C, FCUL) e Centro de Estatística e Aplicações da Universidade de Lisboa (CEAUL).


Membros neste projecto
Carolina Ferro Rodrigues
Bolseira de Investigação

Financiamento do CESAM: