Building the future by doing more together

PORBIOTA - E-Infraestrutura Portuguesa de Informação e Investigação em Biodiversidade
Investigador Responsável - Nuno Miguel dos Santos Ferrand de Almeida
Investigador responsável no CESAM - Ana Isabel Lillebø
Programa - Operational Thematic Program for Competitiveness and Internationalization (POCI), under the PORTUGAL 2020 Partnership Agreement, through the European Regional Development Fund (FEDER) (POCI-01-0145-FEDER-022127)
Período de Execução - 2017-06-01 - 2020-05-30 (36 Meses)
Entidade Financiadora - FCT - Fundação para a Ciência e a Tecnologia
Financiamento para o CESAM - 453991 €
Financiamento Total - 5268749 €
Instituicão Proponente - ICETA - Instituto de Ciências, Tecnologias e Agroambiente da Universidade do Porto, Portugal
Instituições Participantes
Universidade de Aveiro
Universidade de Lisboa
Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC), Portugal
Centro de Estudos do Ambiente e do Mar/Universidade de Aveiro, Portugal
Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, I. P. (ICNF, I. P.), Portugal
Sociedade Portuguesa de Ecologia (SPECO), Portugal
Universidade do Porto, Portugal
Centro de Estudos Florestais, Instituto Superior Agronomia, Universidade de Lisboa, Portugal
Centro de Botânica aplicada à Agricultura/ Instituto Superior Agronomia/Universidade de Lisboa, Portugal
Centro de Ecologia, Evolução e Alterações Ambientais/Fundação da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, Portugal
Museu Nacional de História Natural e Ciência/Universidade de Lisboa, Portugal
MARE, Universidade de Coimbra, Portugal
Museu de História Natural da Universidade de Coimbra, Portugal

O PORBIOTA é uma e-infraestrutura distribuída para gerir dados de biodiversidade nacionais, visando a sua integração na infra-estrutura Europeia de e-Ciência para a investigação em biodiversidade e ecossistemas LIFEWATCH (ESFRI Roadmap 2016 Landmark). Adaptado de acordo com as necessidades nacionais (investigação, gestão, política, administração, ciência do cidadão), mas compatível com as exigências do LIFEWATCH e outras iniciativas internacionais, o PORBIOTA pretende promover uma agenda nacional para a investigação em biodiversidade, focando-se na prestação de serviços à comunidade científica, aos decisores políticos e gestores, e contribuindo para a sensibilização e compreensão pública dos problemas relacionados com a biodiversidade através da ciência do cidadão e outros programas de divulgação. A infra-estrutura é liderada por um consórcio que inclui unidades de I&D de topo a nível nacional, museus de história natural, a infraestrutura MAREFOZ, o nó Português do GBIF, e o Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF), incluindo outros dois nós da RNIIE (ICOSPT e LTER Portugal). No seu conjunto, os parceiros do PORBIOTA detém a maior quantidade de informação sobre a biodiversidade e funcionamento dos ecossistemas a nível nacional. Pretende-se com o PORBIOTA compilar e integrar toda a informação sobre biodiversidade que se encontra dispersa a nível nacional (por exemplo, bases de dados, literatura, multimédia, colecções de história natural), facilitando posteriormente o seu acesso, a interoperabilidade de dados e um conjunto de ferramentas especializadas para a modelação e análise de grandes quantidades de dados de biodiversidade. O PORBIOTA será, por isso, um instrumento essencial a programas de monitorização de ecossistemas e um apoio directo à implementação e avaliação de políticas de conservação da natureza e biodiversidade. O PORBIOTA tem uma forte componente de investigação em ecossistemas através do LTER Portugal, que é uma rede de capacitação focada na monitorização de longo prazo de áreas-alvo, sendo um membro do eLTER (ESFRI Roadmap 2016), da rede Europeia LTER Europe e da rede internacional ILTER. Os principais objetivos são recolher, processar e reunir uma série de dados de alta qualidade sobre ecossistemas (gerando ferramentas e abordagens para responder aos actuais desafios ambientais e de negócios), criar um legado para as gerações futuras, participar na educação e na divulgação da ciência em Portugal. Outra componente importante do PORBIOTA é ICOS-PT, que será o nó Português do ERIC ICOS (Sistema de Observação de Carbono Integrada, Roteiro ESFRI 2016 Landmark), cujo objectivo é monitorizar o efeito dos GEE nos ecossistemas terrestres e zonas urbanas sensíveis. Os elementos fulcrais do ICOS-PT são as estações experimentais de campo, que oferecerão observações detalhadas e de alta qualidade sobre os ecossistemas. Os dados do ICOS-PT são fundamentais para a harmonização do ciclo de carbono e da água a uma escala global.




Membros neste projecto
Ana Genua Olmedo
Bolseira Investigação
Ana Isabel Lillebø
Coordenadora
Ana Isabel Sousa
Investigadora
Casimiro Pio
Investigador
Heliana Teixeira
Investigadora
Olga M. C. C. Ameixa
Investigadora
Ricardo Calado
Investigador

Financiamento do CESAM: