Building the future by doing more together

WAFLE - Avaliação do perfil da pegada de água de florestas - o caso do eucalipto
Investigador Responsável - Ana Cláudia Dias
Programa - Projetos de Investigação Científica e Desenvolvimento Tecnológico (02/SAICT/2017)
Período de Execução - 2019-01-01 - 2021-12-31 (36 Meses)
Entidade Financiadora - FCT - Fundação para a Ciência e a Tecnologia, within the PT2020 Partnership Agreement and Compete 2020 co-funded by the FEDER - Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional
Financiamento para o CESAM - 239898 €
Financiamento Total - 239898 €
Instituicão Proponente - Universidade de Aveiro


A depleção de recursos hídricos e a diminuição da qualidade da água é um dos maiores desafios do desenvolvimento sustentável. A quantificação do uso da água é crucial para identificar oportunidades de redução do consumo e da poluição da água. Neste contexto, a pegada de água (PA) foi recentemente proposta como ferramenta baseada na avaliação de ciclo de vida (ACV) para quantificar os impactes ambientais associados ao uso da água. O perfil de PA é uma compilação de resultados de indicadores de categorias de impacte relacionadas com o consumo e degradação da qualidade da água. Apesar de nos últimos anos terem sido realizados avanços metodológicos significativos na avaliação do perfil de PA, os métodos existentes necessitam de ser melhorados, o que constitui um desafio principalmente para ecossistemas florestais. O WAFLE visa melhorar os métodos de cálculo da PA quando aplicados à floresta para tornar esta ferramenta mais robusta no apoio à tomada de decisão. Os principais tópicos a melhorar são os identificados pela comunidade científica e estão relacionados com a diferenciação espacial e temporal, a avaliação dos impactes associados ao uso de água verde e azul, e a utilização de fatores de emissão de poluentes específicos dos locais. O estudo de caso da floresta de eucalipto no Centro de Portugal foi selecionado para validar os métodos e calcular o perfil de PA. O trabalho será desenvolvido em cinco atividades: - Atividade 1: desenvolvimento de métodos para avaliar os impactes associados ao consumo de água e à eutrofização; - Atividade 2: monitorização de quatro bacias experimentais dominadas por floresta de eucalipto localizadas na região Centro de Portugal com diferentes condições edafoclimáticas e/ou práticas de gestão florestal; - Atividade 3: calibração e validação do modelo Soil and Water Assessment Tool (SWAT) com dados hidro-meteorológicos recolhidos na Atividade 2, seguidas da aplicação do SWAT às quatro bacias para simular parâmetros hidrológicos e de qualidade da água, ao longo de uma revolução de eucalipto de 30-45 anos, considerando dois cenários de alterações climáticas e diferentes cenários de gestão florestal; - Atividade 4: avaliação do perfil de PA da floresta de eucalipto, diferenciado espacial e temporalmente, nas quatro bacias experimentais, na atualidade e sob diferentes cenários climáticos e de gestão simulados na Atividade 3, usando os métodos desenvolvidos na Atividade 1; - Atividade 5: disseminação de resultados. Os resultados serão relevantes para a comunidade científica nacional e internacional, bem como para proprietários e gestores florestais e decisores políticos, uma vez que constituem métodos e informação inovadores e cientificamente sólidos para apoiar a tomada de decisão. A equipa do WAFLE tem experiência complementar e consolidada em ACV e PA, bem como na monitorização e modelação hidrológica. A transferência de conhecimento para os decisores será facilitada pela criação de um Comité de Stakeholders.


 




Financiamento do CESAM: