Building the future by doing more together

UA dá formação técnica em Angola na área do ordenamento e gestão do mar

UA dá formação técnica em Angola na área do ordenamento e gestão do mar

8/02/2016

Fátima Lopes Alves, Docente do Departamento de Ambiente e Ordenamento e Investigadora do CESAM, esteve em Luanda (Angola) para capacitar o corpo técnicos de vários ministérios angolanos, na área do ordenamento e gestão integrada do oceano e da zona costeira. O convite veio da instituição alemã GIZ e da Comissão da Corrente de Benguela, responsáveis pelo projeto internacional MARISMA.

Os grandes ecossistemas marinhos da Corrente de Benguela (BCLME) estendem-se ao longo da costa de Angola, Namíbia e África do Sul. O projeto MARISMA - Spatial Management and Governance (Governação e Gestão do Espaço Marinho) é uma iniciativa regional financiado pela Alemanha (através da GIZ) para a Comissão da Corrente de Benguela com uma duração de cinco anos (08/2014 – 04/2020). Este projeto é direcionado para a atual Comissão da Corrente de Benguela, os seus Estados membros Angola, Namíbia e África do Sul e outras partes interessadas na governação e gestão do meio marinho, designadamente a biodiversidade marinha e os recursos naturais da BCLME. O foco principal do projeto é desenvolver, a diferentes níveis, capacidades técnicas e tecnológicas para implementar e institucionalizar o “Ordenamento do Espaço Marinho” e para identificar as Áreas Marinhas Biológica e Ecologicamente Significativas, nesta região de África.

Fátima Lopes Alves, pertenceu ao núcleo de coordenação responsável pela elaboração do Plano de Ordenamento do Espaço Marítimo, em Portugal Continental, promovido pelo Ministério do Ambiente e Ordenamento do Terrotório (2008 – 2011) e foi responsável na UA pelo projeto TPEA - Transboundary Planning in the European Atlantic, financiado pela DG MARE (CE 2012-2014).

Partilhe nas redes sociais:

Financiamento do CESAM: