Building the future by doing more together

ECOBIOTEC - Ecobiotecnologia baseada no uso de culturas microbianas mistas para produção de PHA a partir de resíduos orgânicos
Investigador Responsável - Maria Isabel Capela
Programa - PTDC/AAC-AMB/111316/2009
Período de Execução - 2011-03-01 - 2014-02-28 (36 Meses)
Entidade Financiadora - FCT
Financiamento para o CESAM - 137128 €
Financiamento Total - 180000 €
Instituicão Proponente - Universidade de Aveiro
Instituições Participantes
Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa (FCT/UNL)
Campus de Caparica
2829-516Monte de Caparica

O projecto ECOBIOTEC representa uma mudança de paradigma no tratamento biológico de resíduos orgânicos: os seus componentes são encarados como matéria-prima para a produção de materiais de elevado valor acrescentado (bioplásticos do tipo polihidroxialcanoatos, PHA) a par da redução da sua carga poluente. Assim, o carbono será sequestrado nos plásticos, ao invés de ser libertado para a atmosfera ou confinado em aterros sanitários. Tal esforço visa proporcionar uma nova abordagem no conceito de gestão de resíduos orgânicos, sendo capaz de converter o desperdício num subproduto, ao mesmo tempo mais atractivo tanto em termos ambientais como em termos económicos.


Convencionalmente as estratégias de produção dos PHA englobam processos de fermentação em condições estéreis com recurso a substratos “nobres”, o que aumenta os custos de produção e diminui a competitividade destes biopolímeros. Por outro lado, as estratégias operacionais propostas no projecto ECOBIOTEC fazem uso de culturas microbianas mistas habitualmente utilizadas em processos de tratamento biológico desenvolvidas em substratos baratos ou de custo zero (como os resíduos). Os processos sequenciais que são objecto desta investigação incluem o desenvolvimento de processos anaeróbios acidogénicos aplicados a diversos resíduos orgânicos para converter a matéria orgânica em ácidos voláteis, seguidos de processos aeróbios em condições que estimulam a acumulação de PHA.


Este projecto conta com a participação de três Laboratórios Associados que apresentam know-how e experiência complementar nas principais áreas do domínio científico do projecto, abrangendo quatro áreas de investigação específicas que são cobertas pela competência dos membros da equipe: tecnologias de processos biológicos para tratamento de efluentes industriais e conhecimentos de ferramentas de avaliação ambiental (CESAM-UA); produção de PHA por culturas mistas e técnicas de caracterização microbiológica (CICECO-UA e REQUIMTE-FCT/UNL).




Financiamento do CESAM: