Building the future by doing more together

PAC:MAN - Sistema de Gestão do Risco de Acidentes de Poluição em Zonas Costeiras
Investigador Responsável - Anabela Oliveira
Investigador responsável no CESAM - João Miguel Dias
Programa - PTDC/AAC-AMB/113469/2009
Período de Execução - 2011-03-01 - 2014-08-31 (42 Meses)
Entidade Financiadora - Fundação para a Ciência e Tecnologia
Financiamento para o CESAM - 40872 €
Financiamento Total - 166512 €
Instituicão Proponente - Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC)
Instituições Participantes
Universidade de Aveiro
Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental (CIIMAR)

 


Os impactos dos derrames acidentais das últimas décadas têm impulsionado o desenvolvimento e a implementação de diversas abordagens para planeamento e resposta à emergência de poluição dos meios aquáticos, incluíndo sistemas de monitorização da poluição e sistemas de modelação. No entanto, quando ocorre um derrame que poderá afectar os recursos costeiros, cada uma destas ferramentas é usada de modo ad-hoc, sem cumprimento das várias fases da gestão de risco, e não conduzindo frequentemente a previsões com a precisão e escala desejadas devido a limitações computacionais ou falta de conhecimento das condições ambientais locais relevantes. A prevenção dos riscos costeiros é habitualmente baseada em planos de contingência, os quais são frequentemente baseados em estudos simplistas, aplicados em condições esquemáticas (p.ex. Neglegenciando a interacção ondas-correntes) e sem considerar as condições mais propícias para a ocorrência de um derrame. Mesmo quando estão disponíveis previsões atempadas, a capacidade de dar o alerta a todos os gestores costeiros é em geral demasiado lenta para evitar danos graves nos ecossistemas costeiros, por utilizar tecnologias ultrapassadas e limitadas.

Os sistemas de gestão de risco, que foram aplicados com sucesso para tsunamis e inundações de rotura de barragens, podem ser usados para providenciar um enquadramento para riscos de poluição que permita a protecção eficaz dos recursos costeiros. O núcleo de informação destes sistemas, utilizado para identificar as pessoas em riscos e os recursos de emergência para o seu salvamento, pode ser adaptado para elementos ecológicos em risco e identificação das perdas ambientais. Este núcleo permite ainda integrar de forma eficiente a riqueza de informação sobre os acidentes e as condições ambientais em que estes ocorreram, os quais são fundamentais para suportar sistemas de alerta precoce. Os desenvolvimentos recentes nos sistemas de modelação costeiros, utilizando recursos de elevada performance criaram as condições para o seu uso potencial na análise de risco de poluição. Simultaneamente, a popularidade das novas tecnologias de comunicação abriram caminho para a criação de alertas atempados para eventos poluidores.

Os objectivos do projecto PAC:MAN são investigar: 1) os dados de acidentes passados para desenvolver e validar um conjunto de indicadores ambientais de condições atmosféricas e oceanográficas propicias à ocorrência de derrames; 2) a capacidade e eficiência de sistema de modelação de elevada precisão para prevenção e previsão do risco de derrame, incluindo todos os processos de transformação do óleo na zona costeira; 3) a fiabilidade, vantagens e escalabilidade de um sistema de alerta baseado em novas tecnologias móveis; 4) a capacidade dos sistemas de tecnologias de informação para integrar e disponibilizar informação ambiental relevante sobre os elementos ecológicos em risco; e 5) o modo como estes vários aspectos inovadores podem ser integrados num sistema de gestão de risco para alerta precoce e aviso da ocorrência de um derrame nas zonas costeiras.

Primeiro, será feita a análise de dados in-situ e de detecção remota para acidentes de poluição ocorridos na plataforma Ibérica Atlântica e sua zona costeira, para apoiar o desenvolvimentos dos indicadores de condições de risco. Estes indicadores serão depois validados para a Ria de Aveiro, a qual foi escolhida pela sua enorme importância ambiental e económica. Com base nestes indicadores, serão definidos um conjunto de cenários, os quais conjuntamente com os resultados de uma análise de vulnerabilidade local, serão usados para avaliar a capacidade de modelos sofisticados serem aplicados para análises de risco, e para desenvolver uma nova metodologia de prevenção deste tipo de riscos. Este sistema de modelação de derrames simula os processos relevantes às escalas adequadas e está acoplado com um sistema de modelação da circulação forçada conjuntamente por ondas, correntes e vento. A metodologia a propor será a base para um sistema inovador de alerta precoce que combina de modo eficiente as condições ambientais propicias à ocorrência de acidentes com previsões detalhadas do percurso e da transformação das plumas de poluente. Este sistema de alerta irá alimentar um sistema de aviso, baseado em SMS e MMS, o qual será analisado em termos de eficiência e escalabilidade para números crescentes de utilizadores e para definir os conteúdos óptimos do aviso.

Os dois sistemas serão ligados através de um sistema de gestão do risco, adaptado para derrames a partir de um sistema proposto na literatura. Esta infraestrutura incluirá uma base de dados dos elementos em risco e dos recursos de resposta à emergência, e será customizado para a análise de vulnerabilidade da Ria de Aveiro. O resultado final do projecto será uma nova metodologia de planeamento e resposta para riscos de poluição costeira genérica, baseada nas várias ferramentas e análises propostas.




Membros neste projecto

Bolseiro
João Miguel Dias
Coordenador Local

Bolseira

Financiamento do CESAM: