Building the future by doing more together

Vital Responder 2.0 - Gestão inteligente de eventos críticos de stress, fadiga e intoxicação pelo fumo no combate a fogos.
Investigador Responsável - João Paulo Cunha
Investigador responsável no CESAM - Ana Isabel Miranda
Período de Execução - 2013-07-01 - 2015-06-30 (24 Meses)
Entidade Financiadora - FCT
Financiamento para o CESAM - 41160 €
Financiamento Total - 199788 €
Instituicão Proponente - Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto
Instituições Participantes
Universidade de Aveiro
Instituto de Telecomunicações (IT)
Instituto de Engenharia Electrónica e Telemática de Aveiro (IEETA/UA)

Os incêndios florestais apresentam-se como fenómenos de difícil previsão e controlo, acarretando consequências nefastas tanto para os profissionais de emergência como para o próprio ambiente. Neste sentido, a comunidade científica tem-se debruçado sobre esta temática na tentativa de perceber o fenómeno em si (e.g. FUMEXP) e minimizar as suas consequências (e. g. projecto “Vital Responder”). Com o projecto “Vital Responder 2.0” pretende-se aglutinar os resultados científicos já obtidos por forma a optimizar o combate aos incêndios e dessa forma minimizar os danos.


O principal objectivo deste projecto é a concepção de um sistema de apoio à decisão em teatros de operacões florestais, isto de forma sinérgica entre a informação de monitorização dos operacionais no terreno (e. g. sinais vitais, stress, fadiga), com variáveis ambientais conhecidas/estimadas (e.g. níveis de CO, meteorologia, características do solo e combustíveis). Este módulo de suporte à decisão terá como finalidade o auxilio na coordenação das equipas de bombeiros no terreno, pelo que se pretende, para além da sua concepção, fazer a instalação dos pilotos no terreno.




Membros neste projecto

Financiamento do CESAM: