Building the future by doing more together

CtLight - Efeitos da luz na fotobiologia e crescimento da macroalga de valor comercial Codium tomentosum
Investigador Responsável - Paulo S. D. Cartaxana
Programa - Programa Operacional da Competitividade e Internacionalização (02/SAICT/2017)
Período de Execução - 2018-07-26 - 2021-07-25 (36 Meses)
Entidade Financiadora - FCT - Fundação para a Ciência e a Tecnologia; FEDER - Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional
Financiamento para o CESAM - 239995 €
Financiamento Total - 239995 €
Instituicão Proponente - Universidade de Aveiro


Portugal possui uma das maiores zonas económicas exclusivas do mundo e uma costa de aproximadamente 950 km de extensão, o que torna os recursos marinhos e a aquacultura setores vitais da economia Portuguesa. A macroalga Codium tomentosum (Chlorophyta) é atualmente produzida pela companhia ALGAplus num sistema de aquacultura multitrófico integrado e vendida para consumo humano (restauração gourmet) e produção de cosméticos com propriedades farmacêuticas. Este sistema de aquacultura integra a produção de peixes (p.e. robalo e dourada) e macroalgas (p.e. Codium, Porphyra, Ulva) utilizando os efluentes ricos em nutrientes provenientes dos tanques de peixe para estimular a produção vegetal. No sistema multitrófico integrado, a carga em nutrientes dos efluentes é significativamente reduzida e constitui, portanto, uma opção de desenvolvimento sustentável. Nestas condições, o rendimento na cultura de biomassa de macroalgas é potencialmente elevado, mas a sua produção requere otimização. A cultura em larga escala de macroalgas em sistema aberto beneficia da utilização sem custos da luz natural do Sol, mas pode deparar-se com problemas de fotoinibição. Se é verdade que a luz é um parâmetro fundamental para a fotossíntese, intensidades luminosas elevadas conduzem à produção de radicais livres de oxigénio que danificam o sistema fotossintético, reduzindo o crescimento e a produtividade.
Neste projeto, a produção de C. tomentosum será efetuada sob diferentes condições de intensidade e de espetro de luz (utilizando filtros neutros e painéis seletivos para o comprimento de onda). O principal objetivo desta proposta é compreender os efeitos da luz (quantidade e qualidade) no desempenho fotossintético, na composição em pigmentos e proteínas e no crescimento desta alga em sistema multitrófico integrado. Os mecanismos de fotoproteção das macroalgas aclimatadas às diferentes condições serão estudados utilizando diferentes abordagens metodológicas, combinando técnicas de ecofisiologia (medição da fotossíntese por fluorometria de pulso modulado convencional e de imagem), bioquímicas (identificação e concentração de pigmentos, conteúdo proteico, actividade enzimática) e moleculares (quantificação de proteínas por imunodeteção, análise de transcriptoma). O material biológico será colhido da costa Portuguesa e comparado com uma variedade domesticada de C. tomentosum produzida atualmente na ALGAplus. O objetivo final será a otimização da utilização de luz nos sistemas de cultivo.




Membros neste projecto
Ana Isabel Lillebø
Investigadora
Ana Isabel Sousa
Investigadora
Ricardo Calado
Investigador

Financiamento do CESAM: