DESTAQUES

Catarina Eira, investigadora do CESAM, organiza workshop sobre monitorização da saúde das populações de Cetáceos em Portugal e na Galiza

No dia 21 de Novembro de 2019 irá realizar-se um workshop designado ‘Contribuições para a monitorização da saúde das populações de Cetáceos em Portugal e na Galiza', entre as 14H e as 16H, no Anfiteatro do Edifício 03 da Universidade de Aveiro. É um workshop integrado no Mestrado em Biologia Marinha Aplicada do Departamento de Biologia da Universidade de Aveiro e realizado no âmbito do projeto ‘Conservação do meio marinho’ do Programa Fundo Ambiental. 14:00h Catarina Eira, CESAM, Universidade de Aveiro - Introdução 14:10h - 14:30h Pedro Santos, CBMA, Universidade...

ver mais

AVISOS

  • X Simpósio Ibérico sobre a bacia hidrográfica do rio Minho e Seminário do Projeto COOPERMINHO

    Aprovado no âmbito do Programa MAR2020, o projeto “Contribuição para a gestão e valorização de produtos da pesca do rio Minho – COOPERMINHO”, da responsabilidade do Município de Vila Nova de Cerveira, através do Aquamuseu do rio Minho, envolve o Departamento de Biologia cuja equipa conta com a contribuição do Laboratório de Ilustração Cientifica. Com execução até setembro de 2020, este projeto, que integra a medida “Promover uma Pesca Sustentável, Eficiente, Inovadora e Competitiva”, na Ação “Inovação e Conhecimento”, e na Intervenção “Parcerias entre Cientistas e Pescadores”, tem como objetivos a valorização dos recursos piscícolas do rio Minho e património sociocultural associado, junto dos consumidores, a implementação de boas práticas junto dos profissionais envolvidos na atividade e a promoção da sustentabilidade dos recursos explorados. O processo de divulgação, que contou coma participação do CESAM, culmina com a divulgação documentário de 30 minutos sobre o Projeto COOPERMINHO (a ser disponibilizados aos sites Camarário, AQUAMUSEU, DBio, CESAM) e com o Seminário Final do Projeto RECURSOS PÍSCICOLAS, COMUNIDADES de PESCA e SUSTENTABILIDADE - Valorização da produção piscatória do rio Minho & Encontro do projeto COOPERMINHO em Vila Nova de Cerveira em 24/25/26 de Setembro de 2020.   Data limite de inscrição 03 de Abril de 2020 Data limite de envio dos resumos 04 de Abril de 2020 Data limite de envio de trabalhos 01 de Setembro de 2020      

  • A plataforma CIÊNCIAVITAE irá substituir as antigas plataformas da FCT

    A plataforma CIÊNCIAVITAE é um currículo único, personalizado, simples e estruturado que compila a informação atualmente dispersa em múltiplas plataformas tais como FCT-SIG CV, DeGóis, RENATES, REBIDES, ORCID e RCAAP. As plataformas semelhantes que agora existem, serão descontinuadas por fases e o CIÊNCIAVITAE estará completamente operacional em 2021. A partir do dia 1 de março de 2018 deixará de ser possível criar novos currículos na plataforma FCT-SIG, e depois de 1 de julho de 2018 já não será possível editar os currículos existentes. A FCT disponibiliza bastante ajuda e tutoriais que ajudam no processo de transição entre plataformas.


NOTíCIAS

  • DBio & CESAM´s PhD graduated publishes on Science about changes in biodiversity

    Laura Antão graduated by the University of Aveiro and the University of St Andrews, under the supervision of Dr Maria Dornelas and Professor Amadeu Soares, and currently a postdoctoral researcher at the University of Helsinki, published in the high impact journal Science under BDio&CESAM´s affiliation.The work is about the rapid change on biodiversity driven by climate change and other human influences. The team analysed the global patterns in temporal change in biodiversity using a large quantity of time-series data from different regions (the data include many different ecosystems across continents and cover the marine, terrestrial and freshwater realms (BioTIME database*)). Their findings reveal clear spatial patterns in the rates of richness and composition change, where marine taxa exhibit the highest rates of change. The marine tropics, in particular, emerge as hotspots of species richness losses. Given that human activities are affecting biodiversity in magnitudes and directions that differ across the planet, these findings will provide a much needed biogeographic understanding of biodiversity change that can help to inform conservation prioritization. * citation: Dornelas M, Antão LH, Moyes F, Bates, AE, Magurran, AE, et al. BioTIME: A database of biodiversity time series for the Anthropocene. Global Ecol Biogeogr. 2018; 27:760 - 786. https://doi.org/10.1111/geb.12729  

  • Será que o Estuário do Tejo tem espaço para as aves e para o novo aeroporto? Wilder entrevistou José Alves, investigador do CESAM

    No início de Novembro, a Wilder foi até ao Estuário do Tejo para perceber de que forma os milhares de aves poderão ser afectados pelo Aeroporto do Montijo. Na margem do rio, com bandos de aves a rasar as águas, a Wilder falou com José Alves, investigador no CESAM, que há 15 anos estuda as aves migradoras do estuário do Tejo. Notícia completa aqui.

  • CESAM recebe financiamento do Fundo de Conservação dos Oceanos para estudar berbigão

    Apesar de desempenharem um papel crucial no ecossistema e da sua importância na economia das zonas costeiras e da região, o berbigão é um ilustre desconhecido para a ciência quanto à sua distribuição, evolução e sanidade das suas populações na ria de Aveiro. Por isso, o projeto COACH – “Uma abordagem cooperativa aplicada à conservação e gestão de berbigões” foi dos três financiados pelo Fundo de Conservação dos Oceanos. O projeto COACH, coordenado pela investigadora Luísa Magalhães, tem como objetivo recolher informações multifatoriais sobre a pesca de berbigão, a sua biologia e as características físico-químicas dos bancos naturais onde ocorre. Notícia completa aqui.    

  • Estudo de investigadores do CESAM, que revela concentrações elevadas de cádmio em Golfinhos-riscados das águas Portuguesas, foi publicado na revista 'Science of the Total Environment'

      O Golfinho-riscado é um dos cetáceos mais abundantes em águas oceânicas Portuguesas. Considerando as possíveis relações entre elementos inorgânicos e variáveis biológicas relacionadas com a saúde dos Golfinhos-riscados, o estudo demonstrou relações entre os níveis de mercúrio e cargas parasitárias elevadas e entre os níveis de cádmio e selénio e a presença de várias lesões macroscópicas internas. Este estudo revelou um nível preocupante de cádmio na teia alimentar oceânica nas áreas offshore portuguesas em comparação com outras regiões do mundo.   https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0048969719344018?via%3Dihub    

Financiamento do CESAM: