Forging sustainability

ISCAD - Circulação na plataforma interior e processos de dispersão: Interacções com os sistemas estuarinos
Investigador Responsável - Jesús M. Pedreira Dubert
Programa - PTDC/MAR/65760/2006
Período de Execução - 2008-08-01 - 2011-07-31 (36 Meses)
Entidade Financiadora - FCT
Financiamento para o CESAM - 174475 €
Financiamento Total - 182655 €
Instituicão Proponente - Universidade de Aveiro
Instituições Participantes
Instituto Nacional de Investiggação Agrária e das Pescas (INIAP)

Apesar da investigação intensiva da oceanografia da plataforma media e externa, poucos estudos focaram as águas próximas à linha de costa. Existe ainda um desconhecimento dos processos que controlam a circulação na banda costeira (aproximadamente desde a linha de costa até os 40 metros de profundidade), assim como dos processos que controlam o intercâmbio de águas entre a zona costeira e o interior dos sistemas estuárinos. ISCAD é um projecto vocacionado para a investigação dos processos físicos que governam a circulação oceânica na plataforma interior da costa NW de Portugal, tais como: correntes e contracorrentes costeiras geradas pelo vento, geração da maré interna, interacção da brisa oceânica com a circulação costeira, geração e dissipação de frentes, correntes de maré, e a interacção desses fenómenos com os sistemas estuarinos, em particular, a Ria de Aveiro. Pretende-se em simultâneo compreender a importância dos factores anteriormente descritos no transporte, na dispersão e no suprimento de larvas de invertebrados marinhos (principalmente Carcinus maenas, mas não de forma exclusiva) às proximidades dos estuários com aplicação ao sistema lagunar da Ria de Aveiro. Para isto, dois tipos de ferramentas serão utilizadas: observações e modelação numérica. As observações incluirão hidrologia, amostragem de larvas, assim como amarrações de sensores de temperatura e perfis verticais de correntes (ADCP). A importância dos dados obtidos com as observações será incrementada com a integração destes na interpretação dos resultados dos modelos avançados da circulação oceânica, (ROMS) e da atmosfera (WRF). Pretende-se utilizar configurações aninhadas com elevada resolução (da ordem dos trezentos metros), para resolver os processos de meso e sub-mesoescala na plataforma interior, e o intercâmbio de águas (e outras propriedades) com sistemas estuarinos, como a Ria de Aveiro. As condições iniciais e de fronteira, serão obtidas de modelos com assimilação de observações em domínios de grande escala, utilizando técnicas recentes de aninhamento do sistema de modelação regional do oceano (ROMS) com refinamento adaptativo de grelha em Fortran (AGRIF). Um submodelo IBM (‘Individual Based Model’) será acoplado ao sistema ROMS-AGRIF para simular a evolução larvar, as migrações verticais diurnas, e os processos de difusão, de forma a poder realizar a conexão com a amostragem e a análise das larvas.




Membros neste projecto

Investigador
Maria Rita Nolasco
Investigadora

Investigador

Financiamento do CESAM: