Building the future by doing more together

MAPLIA - Da poluição atmosférica à avaliação local integrada
Investigador Responsável - Ana Isabel Miranda
Programa - PTDC/AAG-MAA/4077/2012
Período de Execução - 2013-07-01 - 2015-06-30 (24 Meses)
Entidade Financiadora - FCT
Financiamento para o CESAM - 112.152 €
Financiamento Total - 158.448 €
Instituicão Proponente - Universidade de Aveiro
Instituições Participantes
Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto
Universita Degli Studi di Brescia

Alguns modelos de avaliação integrada de qualidade do ar (que incluem avaliação do impacte na saúde humana) foram já desenvolvidos e implementados à escala continental, tais como os modelos RAINS e GAINS. Contudo, estes modelos não foram desenvolvidos com detalhe suficiente para que possam apoiar o processo de tomada de decisão a uma escala sub-nacional (tanto sectorialmente como geograficamente), e portanto, não representam as áreas urbanas, onde a maior parte da população europeia habita e onde os impactes na saúde humana são mais pertinentes. As metodologias de avaliação integrada da qualidade do ar devem, pois, basear-se numa aproximação bottom-up, considerando conjuntamente o processo de tomada de decisão, os processos dinâmicos associados à qualidade do ar, e a identificação das fontes e consequentes impactes na saúde humana, de uma forma consistente com as necessidades de cada situação local. É esta a razão de ser do projecto MAPLIA: analisar a viabilidade de uma abordagem bottom-up, adequada ao planeamento integrado da qualidade do ar e adaptada às características locais, para as quais as políticas definidas a nível europeu ou no próprio país constituam uma restrição política.


Os objectivos específicos do MAPLIA são:


i. realizar uma revisão geral das metodologias utilizadas nos diferentes EM, desde as mais simples (e.g. cenários) às mais exigentes (e.g. análise de custo-benefício), para avaliar o impacte dos planos de qualidade do ar, ao nível local e regional, e as suas implicações ao nível da saúde. Será dada especial atenção aos PPs portugueses, e será seleccionado e caracterizado um PP em particular, que consistirá no caso de estudo do presente projecto;


ii. selecionar, caracterizar e adaptar um modelo de avaliação integrada passível de aplicação à escala local;


iii. testar a ferramenta desenvolvida, na avaliação custo-eficácia de diferentes cenários / medidas para melhorar a qualidade do ar;


iv. comunicar aos principais interessados, em particular aos decisores políticos, o estado da arte do conhecimento científico relativo à avaliação integrada da qualidade do ar e à redução de emissões.






Financiamento do CESAM: