DESTAQUES

Nature Index 2020 - CESAM está em segundo lugar a nível nacional na área de Ciências do Ambiente e da Terra

O Laboratório Associado CESAM - Centro de Estudos do Ambiente e do Mar, está em segundo lugar a nível nacional na área de Ciências do Ambiente e da Terra / ‘Earth and Environmental Sciences” no “Nature Index 2020” (share 2,04), contribuindo para que a UA esteja em segundo lugar nacional na área de Ciências do Ambiente e da Terra (share 3,94), com a Universidade de Lisboa em primeiro (4, 94; Instituto Dom Luiz -  IDL share 3,55) e a Universidade do Porto em terceiro (2.40). Este posicionamento realça, mais uma vez, a qualidade e importância da investigação do CESAM na área...

ver mais

AVISOS


NOTíCIAS

  • CESAM faz parte do Projeto NanoHarmony - construindo padrões globais para o desenvolvimento de nanomateriais seguros e bem-sucedidos

    Os nanomateriais estão a tornar-se componentes integrantes e importantes nos produtos de hoje, favorecendo processos mais rápidos, leves e eficientes, por exemplo em termos de energia. Para facilitar o desenvolvimento e o uso global e seguro desses materiais, os métodos de avaliação de segurança existentes precisam ser adaptados e/ou novos métodos desenvolvidos quando necessário. O uso de métodos padronizados e utilizados mundialmente na avaliação de substâncias químicas aumenta a confiança, melhora a segurança do consumidor e facilita o comércio mundial. O projeto da UE NanoHarmony, iniciado em abril de 2020, tem esta missão. O NanoHarmony é liderado pelo Instituto Federal de Segurança e Saúde Ocupacional (BAuA, Alemanha), com 14 parceiros europeus de investigação e academia, indústria, regulamentação e órgãos públicos. O foco do NanoHarmony está nas Diretrizes e Testes de Orientação da OCDE, pois são aceites pelos 37 países membros da OCDE. Através da OCDE, o NanoHarmony alargará o seu trabalho a pelo menos 25 parceiros associados adicionalmente, incluindo parceiros dos EUA, Canadá, Coreia do Sul, Austrália e África do Sul, para alcançar uma maior aceitação mundial. O projeto NanoHarmony começou oficialmente a 1 de abril, e a 20 de abril com a reunião virtual de início, tendo agora expandido para envolver todos os interessados, com workshops, webinars, publicações, boletins e ações e resultados do projeto. O consórcio NanoHarmony convida todas as partes interessadas a participar e visite o site do projeto em www.nanoharmony.eu para obter detalhes completos sobre os testes de objetivo, os parceiros envolvidos e a participação. O CESAM/UA orgulha-se de fazer parte do projeto NanoHarmony, trabalhando com a comunidade científica e de nanossegurança para garantir materiais seguros a longo prazo para os consumidores e o meio ambiente. Neste projeto o CESAM/UA fará parte da base científica do NanoHarmony, com o objetivo de desenvolver documentos de orientação sobre como conduzir estudos de toxicidade a curto prazo. Estaremos envolvidos com mais detalhe no teste com Daphnia sp. TGs da OCDE 202, mas também contribuindo para a componente das algas (TGs da OCDE 202). A equipa portuguesa do CESAM/UA é coordenada por Susana Loureiro (professora do dbio & CESAM) e da qual faz igualmente parte Roberto Martins, investigador do dbio & CESAM. No próximo dia 7 de Julho,decorrerá um webinar organizado pelo projeto NanoHarmony: ‘An Introduction to NanoHarmony’ – que pode aceder aqui.

  • Ana Isabel Sousa, Investigadora no CESAM, entre os especialistas que assinaram recomendação para a inclusão das pradarias marinhas e dos sapais no Roteiro para a Neutralidade Carbónica 2050

    Ocean Alive, a primeira cooperativa em Portugal dedicada à protecção do oceano, que tem o foco no rio Sado, em Setúbal, está a preparar uma recomendação ao ministro do Ambiente e Acção Climática e ao ministro do Mar, para a inclusão das pradarias marinhas e dos sapais no Roteiro para a Neutralidade Carbónica 2050, que recolheu já 500 assinaturas de vários especialistas portugueses e estrangeiros. Ana Isabel Sousa, que trabalha na quantificação do carbono azul capturado pelos sapais e pelas pradarias, é uma das assinantes. O documento pode ser lido e subscrito aqui: bit.ly/2yBit1a Notícia completa aqui: bit.ly/2X61y01

  • Professores do CESAM participam na edição de um livro sobre peixes, receitas e tradições do rio Minho

    O projeto COOPERMINHO, onde se inclui o Professor Ulisses M Azeiteiro e o Professor Mário Pereira, liderado pelo Município de Vila Nova de Cerveira, através do Aquamuseu do Rio Minho, envolvendo ativamente a Universidade de Aveiro e a Universidade do Porto, participou na edição de conteúdos deste livro, muitos deles, textos de receitas com enquadramento histórico e etnográfico da autoria de João Guterres, juntando dados de cariz científico sobre as espécies referidas. “No projeto Cooperminho, que procura a valorização dos recursos piscícolas do rio Minho e do património socio­cultural associado, bem como a promoção da sustentabilidade dos recursos explorados, não poderíamos deixar de apoiar a vinda a público desta obra”, explica o Professor Ulisses M Azeiteiro. A maior atenção da obra vai para as espécies migradoras do rio Minho, nomeadamente, a lampreia, o sável e a enguia, bem como a sua etnobiologia, as suas tradições e gastronomia, tudo envolvido num contexto histórico. Em breve nas livrarias. GUTERRES, J. (2019). Peixes do rio Minho e não só. Receitas com história. In L. M. CUNHA, A. P. MOURA, PEREIRA M. J. & AZEITEIRO U. M. (Eds). Porto: Edições Afrontamento (ISBN: 978-972-36-1799-3) Pp257

  • Investigadoras do CESAM são as editoras convidadas de uma edição especial da "Forests"

    Glória Pinto e Joana Amaral, investigadoras do CESAM, e Jorge Martin Garcia (University of Valladolid and Sustainable Forest Management Research Institute, Spain) são os editores convidados de uma edição especial da Revista "Forests" intitulada: ‘Forest Tree Stress Biology: From Fundamental Research to Emerging Opportunities’. Submissões até 31 de dezembro de 2020.   + info: https://www.mdpi.com/journal/forests/special_issues/Tree_Stress

Financiamento do CESAM: