HOME  »  CESAM  »  Regulamentos  »  Distribuição Anual de Verbas
 
Fontes de financiamento e correspondente distribuição

O financiamento do CESAM provém de duas principais fontes:
(i) Projetos de investigação, nacionais ou internacionais, que são submetidos pelos membros, individualmente ou em grupo.
(ii) Governo português, através do Ministério da Educação e Ciência e FCT.

As verbas dos projetos são geridas pelo Investigador Principal do mesmo.
As verbas governamentais dependem dos resultados de avaliação da Unidade de Investigação e são calculados tendo em consideração o número de membros integrados que dedicam pelo menos 20% do seu tempo às atividades de investigação. Estas verbas são divididas em três frações:
   ● Fração 1: destinada ao cumprimento das obrigações salariais dos investigadores e técnicos contratados ao abrigo do contrato-programa com a FCT.
   ● Fração 2: destinada à gestão da unidade, estimada em 10% da verba após subtraída a fração1. A este valor, acresce o montante de 10 000€ para o apoio a congressos e revistas científicas, de acordo com o estipulado em regulamento próprio.
   ● Fração 3: verba remanescente, para distribuição pelos membros do CESAM e que é dividida em três componentes: 30% da verba é indexada ao número de membros integrados; 40% é atribuída com base no número de publicações (utilizando a média dos últimos dois anos); e 30% com base no número de citações. A distribuição de verbas será baseada unicamente na informação introduzida pelos membros na página web do CESAM dentro do prazo estipulado pela Direção.

3.1. Financiamento indexado ao número de membros integrados
a) A fim de incentivar a criação de equipas de dimensão adequada (em termos de desenvolvimento científico e gestão de recursos financeiros) será atribuído um peso de 1,0 por doutorado, em equipas com 5 ou mais elementos doutorados, por comparação com o peso de 0,8 por doutorado, em equipas com 4 ou menos elementos doutorados.
b) Estimulando a colaboração e interesse na atualização de conteúdos web, é atribuído um peso de 0,65 aos membros que não tenham preenchido apropriadamente a ficha pessoal na página web do CESAM. Considera-se a ficha pessoal preenchida quando: i) O cabeçalho se encontra completo; ii) Contempla CV pessoal resumido; iii) Inclui as publicações científicas em revistas com referee, pelo menos desde a entrada no CESAM; iv) Inclui os projetos nacionais, internacionais e ações bilaterais nos quais o próprio é PI (no caso da UA/UL ser inst. proponente) ou investigador responsável na UA/UL (no caso da UA/UL ser inst. participante); v) Inclui as orientações científicas de estagiários de pós-Doutoramento e de alunos de Doutoramento.

3.2. Financiamento indexado ao número de publicações
a) A avaliação da produtividade científica segue os padrões internacionalmente reconhecidos e pelos quais o CESAM e a UA/UL são avaliados. Por conseguinte, utiliza-se como critério o número de artigos publicados em revistas científicas indexadas no Journal Citation Reports.
b) A qualidade científica é incentivada através da atribuição de uma ponderação a cada publicação, que depende do fator de impacto da revista em causa que, por sua vez, determina o percentil da mesma na(s) área(s) científica(s) a que pertence: i) Aos artigos em revistas cujo percentil é igual ou superior a 90%, atribui-se uma ponderação de 6; ii) Aos artigos em revistas cujo percentil é inferior a 90% e igual ou superior a 75% atribui-se uma ponderação de 3; iii) Aos artigos em revistas cujo percentil é inferior a 75% e igual ou superior a 50% atribui-se uma ponderação de 2; iv) Aos artigos em revistas cujo percentil é inferior a 50% e igual ou superior a 25% atribui-se uma ponderação de 1; v) Aos artigos em revistas cujo percentil é inferior a 25% atribui-se uma ponderação de 0,2; vi) Aos artigos publicados em revistas com fator de impacto igual ou superior a 15, pertencentes a qualquer área científica, e percentil igual ou superior a 98%, atribui-se uma ponderação de 30. Adicionalmente, aos artigos de revisão publicados em revistas cujo percentil é igual ou superior a 75% atribui-se uma ponderação de 15.
c) Com o intuito de promover o nome do CESAM aos diversos níveis e aumentar a visibilidade deste Laboratório Associado, aos artigos que tenham afiliação ao CESAM será duplicada a ponderação do mesmo.
d) No caso de haver autores de uma publicação em mais do que uma equipa do CESAM a verba respeitante à publicação será atribuída à equipa do autor correspondente; no caso do autor correspondente não pertencer ao CESAM a verba será atribuída ao autor do CESAM no lugar mais adiantado da lista de autores. Quando o autor correspondente, ou primeiro autor, foi bolseiro de doutoramento, ou de pós-doc, o artigo será atribuído à equipa do orientador principal sob o qual o trabalho foi realizado, e não à equipa para a qual o bolseiro possa ter-se transferido posteriormente.

3.3. Financiamento indexado ao número de citações
As citações serão as dos artigos publicados nos últimos 5 anos e citados no mesmo período. Todos os cálculos serão efetuados por grupo de investigação com base nos artigos publicados pelos seus membros, sem repetições de contabilização de citações dentro da equipa. Devido à crescente dificuldade dos cálculos estes serão feitos com base no fator de pesquisa no ISI Web of Knowledge ou Researcher ID, de cada investigador, que consta na respetiva ficha pessoal da página web do CESAM. A responsabilidade da fiabilidade do fator de pesquisa no ISI Web of Knowledge ou Researcher ID é de cada membro. Erros que resultem num excesso de contabilização de citações implicarão a anulação de todas as citações do investigador na contabilização de distribuição das verbas.