HOME  »  Notícias
 
UA participa em estudo sobre acidentes rodoviários com animais silvestres

Serão cerca de 2000 acidentes por ano os que envolvem animais, segundo uma estimativa da GNR. Os dados apontam para uma maior incidência destas ocorrências no Alentejo, sobretudo devido às caraterísticas da região, com povoamento concentrado e biodiversidade elevada, esclarece Clara Grilo, investigadora de pós-doutoramento na Universidade de Aveiro (UA), universidade que entra na parceria com as universidades do Porto e Évora e a GNR e que vai atuar sobre a sinistralidade envolvendo animais silvestres.

http://uaonline.ua.pt/pub/deta.....


 


Projeto Wind & Biodiversity apresenta resultados na UA

A apresentação dos principais resultados do projeto Wind & Biodiversity decorre a 15 de janeiro, num seminário na Sala de Atos da Reitoria da Universidade de Aveiro (UA), a partir das 10h00. O projeto Wind & Biodiversity, acrónimo de “Soluções integradas para a gestão da biodiversidade em parques eólicos: reduzir e compensar a mortalidade de aves e quirópteros”, resulta de uma parceria entre a Bio3 e a UA. "Os resultados poderão ter impactos muito relevantes na gestão futura dos parques eólicos, não só a nível nacional como internacional", considera Carlos Fonseca, professor do Departamento de Biologia e coordenador do projeto.


http://uaonline.ua.pt/pub/deta.....

Projeto do CESAM/UA finalista nos Green Project Awards

Face à importância da aquacultura para compensar a redução das populações piscícolas naturais e às perdas económicas devidas às infeções bacterianas, o objetivo é desenvolver um novo procedimento para descontaminar as águas piscícolas. Embora a vacinação seja o método ideal para impedir infeções, as vacinas disponíveis são ainda limitadas. A quimioterapia é eficaz nas infeções bacterianas, mas o uso frequente de antibióticos leva ao desenvolvimento de resistências. Para reduzir esse risco, há necessidade de criar métodos menos lesivos em termos ambientais, como a terapia fágica. Bactérias patogénicas de peixes foram isoladas e usadas para selecionar fagos específicos. Nos ensaios in vitro, água de cultura infetada com as bactérias patogénicas (Vibrio anguillarum e Aeromonas salmonicida) e tratada com os fagos específicos, observou-se uma redução de 3 log no teor de bactérias. Nos ensaios in vivo, com larvas de peixe zebra e com juvenis de solha, a sobrevivência dos peixes nas águas tratadas com fagos foi semelhante à observada nos peixes controlo (não contaminados com bactérias e não tratados com fagos) e significativamente menor do que a dos peixes não tratados (contaminados com bactérias patogénicas e não tratados com fagos), indicando que o tratamento com fagos é eficaz. A inativação de bactérias patogénicas com fagos sem riscos para os peixes e para o ambiente, torna esta tecnologia mais segura e o seu baixo custo é muito atraente para empresas desta área.


http://uaonline.ua.pt/pub/deta.....

Trabalhos de membros do DBio & CESAM destacados pela prestigiada revista Molecular Ecology

A revista Molecular Ecology continua a ser um dos jornais mais influentes em ecologia e evolução, tendo publicado cerca de 450 artigos no ano de 2014. No inicio de cada ano, os Editores da Molecular Ecology escrevem um artigo editorial aonde destacam alguns dos trabalhos de maior relevância. No Editorial agora publicado (Janeiro de 2015), dois dos artigos destacados foram publicados por membros do DBio & CESAM (Miguel Leal e Ricardo Calado). Um dos artigos utiliza métodos moleculares quantitativos para estimar o alimento ingerido e digerido por anémonas e corais fotossintéticos. Um dos principais resultados deste trabalho mostra que os corais demoram cerca de 10 dias a digerirem o alimento, revelando algumas semelhanças com insectos, nomeadamente aranhas). O outro artigo publicado pelos mesmos investigadores utiliza métodos moleculares para revelar, pela primeira vez, que corais fotossintéticos se alimentam de fitoplâncton. Uma vez que estes corais têm microalgas (dinoflagelados) nos seus tecidos, pensava-se que o fitoplâncton não fazia parte da sua dieta. A utilização de ferramentas moleculares apresenta um grande potencial para o estudo de interações tróficas, e tem sido uma das áreas principais da investigação desenvolvida por Miguel Leal e Ricardo Calado no DBio & CESAM.


Referências:
Leal, M. C., Ferrier Pagès, C., Calado, R., Thompson, M. E., Frischer, M. E., & Nejstgaard, J. C. (2014). Coral feeding on microalgae assessed with molecular trophic markers. Molecular ecology 23:3870-3876
Leal, M. C., Nejstgaard, J. C., Calado, R., Thompson, M. E., & Frischer, M. E. (2014). Molecular assessment of heterotrophy and prey digestion in zooxanthellate cnidarians. Molecular ecology 23:3838-3848

Projeto ClimAdaPT.Local

Investigadores do CESAM/ UA participam no Projeto nacional que irá desenvolver Estratégias Municipais de Adaptação às Alterações Climáticas - Projeto ClimAdaPT.Local


Investigadores do CESAM e docentes do Departamento de Ambiente e Ordenamento integram o Projeto Nacional “Estratégias Municipais de Adaptação às Alterações Climáticas” (EMAAC), financiado pelo Mecanismo Financeiro do Espaço Económico Europeu (MFEEE/EEA-Grants), Fundo de Carbono durante 18 meses.


O projeto, no qual a Universidade de Aveiro é parceira através do Laboratório Associado Centro de Estudos do Ambiente e do Mar (CESAM), foi selecionado para financiamento no concurso no âmbito do Programa AdaPT. O projeto tem como coordenador nacional o Prof. Doutor Filipe Duarte Santos da Fundação da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (FCUL/ CCIAM).


O projeto ClimAdaPT.Local visa apoiar o desenvolvimento e a incorporação da adaptação às alterações climáticas ao nível municipal, através da realização de 23 Estratégias Municipais de Adaptação e da formação de técnicos de autarquias.


A parceria é formada pelo consórcio CCIAM (FCUL), CEDRU, WE CONSULTANTS, ICS (UL), QUERCUS, FCT-UNL, CESAM (UA), CIBIO, cCHANGE e as Câmaras Municipais de Cascais, Almada e Sintra. O ClimAdaPT.Local tem ainda associadas 26 autarquias que abrangem a totalidade das Comunidades Intermunicipais e Áreas Metropolitanas do Continente e ainda das duas Regiões Autónomas.


A coordenação da equipa de investigadores do CESAM estará a cargo da Profª. Doutora Fátima Lopes Alves, docente do DAO e membro integrado do CESAM. A equipa da UA integra ainda três peritos nacionais, nas áreas dos Energia e Ambiente – Prof. Doutor Carlos Borrego (DAO); Zonas Costeiras - Prof. Doutor Carlos D. Coelho (DECivil) e Recursos Hídricos – Doutor João Pedro Nunes (CESAM).


Mais informações em: http://www.apambiente.pt/index.php?ref=x167

Alunos do CESAM – UA recebem prémio internacional

No passado dia quatro de Setembro, dois alunos do Departamento de Química e do Centro de Estudos de Ambiente e Mar (CESAM), Joana Ferreira Leal e João Tiago Matos, foram homenageados e premiados numa cerimónia que decorreu em Ioannina, Grécia. Os prémios foram atribuídos pela International Humic Substances Society (IHSS) e tinham por objetivo premiar jovens estudantes graduados que estejam a desenvolver o seu projeto de doutoramento. Dezenas de candidaturas internacionais foram submetidas e avaliadas pelo IHSS Travel Support Award Committee. O processo de avaliação valorizava primariamente a qualidade e originalidade do conteúdo científico do trabalho. Adicionalmente, cada jovem investigador premiado devia ser parte ativa e principal do planeamento e condução da investigação no campo das substâncias húmicas. Estes dois alunos do CESAM apresentaram trabalhos independentes na área da Química Ambiental e foram selecionados para integrar a lista de premiados que incluiu alunos de 12 países. Ambos os alunos tiveram a oportunidade de fazer apresentações orais e em “poster” para uma plateia de investigadores conceituados em todo o mundo.


O trabalho da doutoranda Joana F. Leal intitulado “Does light-screening by Humic Substances completely explain their retardation effect on contaminants photo-degradation? ” foca o efeito inibidor das substâncias húmicas aquáticas (principais constituintes da matéria orgânica natural) na degradação de dois contaminantes orgânicos – o antibiótico oxitetraciclina e o retardador de chama BDE-209 – por ação da luz solar. O estudo demonstra que o efeito de filtro da luz, ao qual é geralmente atribuído o efeito inibidor provocado pelas substâncias húmicas, não explica completamente a retardação da foto-degradação de alguns contaminantes orgânicos e propõe outros mecanismos que podem assumir maior relevo. A doutoranda tem a orientação do Doutor Valdemar I. Esteves e da Doutora Eduarda B. H. Santos.


O doutorando João T. V. Matos apresentou uma comunicação intitulada “Natural organic matter in urban atmospheric aerosols: profiling the water soluble components using comprehensive two-dimensional liquid chromatography”, que teve a coautoria dos Doutores Regina M.B.O. Duarte e Armando C. Duarte e demonstrou o potencial da utilização da multidimensionalidade dos dados obtidos pela técnica de cromatografia líquida bidimensional abrangente para identificar a “impressão digital” dos componentes orgânicos solúveis em água dos aerossóis atmosféricos urbanos ao longo do ano e avaliar a respetiva variabilidade sazonal.

CESAM ajuda a desvendar o colapso da plataforma de gelo Larsen B

26/09/2014
Afinal não são só as correntes quentes oceânicas as culpadas pelo colapso das plataformas de gelo flutuantes. O culpado é também o aquecimento da superfície do gelo cuja água derretida se infiltra na enorme estrutura gelada, destabilizando-a até ao colapso final. A conclusão é de uma equipa internacional de investigadores dos Estados Unidos, Portugal, Itália, Alemanha, Canadá e Reino Unido que trouxeram para a luz do dia uma nova visão sobre a dinâmica das plataformas de gelo flutuante da Antárctica. Este trabalho foi recentemente publicado na revista 'Science', sendo de extrema importância para se perceber como vão comportar-se estas plataformas durante o aumento da temperatura global da atmosfera.
Este estudo, que contou com a participação de investigadores do CESAM, foi publicado este mês na revista Science e dá como exemplo a desintegração catastrófica em 2002 da plataforma de gelo flutuante Larsen B, situada ao largo da Península Antárctica, um acontecimento que a equipa provou estar associado a mudanças da temperatura atmosférica e à consequente fusão do gelo.
Mais detalhes: 
http://www.cienciahoje.pt/inde.....bsp; />http://uaonline.ua.pt/pub/deta.....

Investigadora do CESAM contribui para a conservação da onça-pintada no Brasil

27/08/2014
As perceções que a população ribeirinha do Rio Paraguai, situado no Pantanal (Brasil), tem em relação à onça-pintada são diferentes das dos fazendeiros locais, pois se estes estão mais preocupados com os prejuízos que esta espécie pode causar através da predação do gado, e com isso as consequentes perdas económicas, os primeiros estão mais preocupados com a sua própria segurança, pois vêm o animal como 'perigoso' para a vida humana. Esta é uma das principais conclusões da investigação de Grasiela Porfírio, recém doutorada pelo Departamento de Biologia (DBIO) e pelo CESAM da UA.
Mais detalhes: http://uaonline.ua.pt/pub/deta.....