HOME  »  Membros  »  Colaboradores  »  Colaboradores Doutorados
 
MICRONEMA - Análise espacial e temporal das comunidades microbianas na doença do pinheiro
Investigador Responsável - António CM Correia
Programa - COMPETE
Período de Execução - 2013-06-06 - 2015-06-07 (24 Meses)
Entidade Financiadora - FCT
Financiamento para o CESAM - 79183 €
Financiamento Total - 125000 €
Instituicão Proponente - Universidade de Aveiro
Instituicões Participantes
Universidade de Évora

Esta proposta visa integrar tecnologias avançadas de estudo de comunidade bacterianas na compreensão das interações biológicas relacionadas com a doença do pinheiro, um problema de grande importância económica em Portugal e de grande impacto na gestão da floresta. A abordagem é inovadora, reúne uma equipa com competências científicas complementares e esperam-se resultados úteis para a identificação de novas linhas de combate à doença. A doença do nemátode da madeira do pinheiro (NMP) é vista como o resultado de interacções biológicas complexas entre nemátode (Bursaphelenchus xylophilus), um insecto vector (Monochamus galloprovinciallis ) e os hospedeiros susceptíveis. Na verdade, as bactérias são bons candidatos como organismos auxiliares na invasão dos tecidos das plantas por nematódos, um processo que pode envolver a degradação das paredes das células; constituídas principalmente por celulose, hemicelulose e pectinas, as paredes celulares são bons substratos para uma panóplia de enzimas líticas bacterianas. Alguns autores têm apontado para a possibilidade de uma associação simbiótica entre os nemátodos e grupos específicos de bactérias.. De um outro ponto de vista, as bactérias são também bons candidatos para o controlo da proliferação de nemátodes. A proposta de MicroNema está dirigida para a elucidação da composição, estrutura e dinâmica da comunidade microbiana na doença do pinheiro. Para isso, serão estudadas três diferentes zonas bio-geográficas, consideradas como focos graves da doença em Portugal pelas autoridades florestais portuguesas. O plano de amostragem foi desenhado a fim de permitir uma análise completa de comunidades bacterianas na fase de propagação do nemátode do pinheiro e no período de interação com a planta hospedeiro e com o inseto vetor; pinheiros sintomáticos serão selecionados aleatoriamente e marcados para o estudo contínuo. A composição, estrutura e dinâmica das comunidades bacterianas serão avaliadas por dois métodos diferentes e complementares: métodos com recurso ao cultivo e análise metagenómica usando métodos que dispensam o cultivo das bactérias com um contributo considerável de dados obtidos por sequenciação massiva de amostras relevantes. A fracção cultivável bacteriana irá constituir uma coleção de isolados que serão caracterizados e identificados por métodos fenotípicos e moleculares. A equipe reúne investigadores de duas universidades portuguesas, Aveiro e Évora: o grupo de investigação de Évora tem uma longa experiência em estudos da doença do NMP; o seu líder, Manuel Mota, foi o responsável pela detecção inicial da doença em Portugal, em 1999. A equipa de Aveiro trabalha em microbiologia, com uma forte ênfase em microbiologia ambiental e na avaliação da diversidade microbiana por métodos dependentes e não dependentes do cultivo. Espera-se que o MicroNema obtenha informação sólida sobre as bactérias associadas a cada ponto do ciclo de vida do nemátode e sobre associação preferenciais (caso existam) entre os grupos filogenéticos bacterianos e o nemátode. Será também elucidada a importância e papel do vector no estabelecer dessas associações. Considerando o impacto económico negativo da doença, esperamos dar um contributo sólido para a criação de novas linhas de ação contra o nematóde.




Membros neste projecto

IR
Artur Alves
investigador
Isabel Henriques
investigadora